6 de abr de 2009

Feicebuk

Não tenho medo de expor a minha vida. Isso eu já faço no meu blog. Aliás, no meu blog eu tenho a liberdade de dizer o somente necessário. Não tem um box pra eu preencher os filmes que eu gosto ou os meus pratos preferidos. Eu mostro a minha vida do jeito que eu quero. As redes de relacionamento são diferentes. É tudo muito organizado, tudo no seu lugar...

Por isso, eu peguei uma antipatia COLOSSAL pelo Orkut e resolvi cair fora. Uns dias atrás, criei um perfil fake só pra ver a vida dos outros. Me inteirar dos assuntos que não me interessam. Surpresa. Descobri que agora é impossível de ver fotos e recados dos outros. Merda! Pensei: "Redes sociais, nunca mais!"

Mas aí fiquei me achando aqueles velhos que dizem "no meu tempo que era bom... existia BBS e só!". Todo mundo me dizendo: "Não cara! Facebook é legal, é diferente!". Resolvi me desprender da rabugice e fui ver qual é a do tal Facebook. No meu subconsciente, eu já sabia a resposta. Mas subconsciente só funciona quando é pra levar a gente pro caminho errado.

Tem só um dia que eu me cadastrei. Mas o que eu vi é EXATAMENTE igual ao Orkut. Tudo. E o mais impressionante é que eu achei MUITA gente que odiava a rede do Google por que se sentiam invadidos. E essas pessoas colocam fotos, falam merda e etc como se ninguém fosse "dar uma espiadinha". Ora! Lógico que fiquei horas fuçando a vida dos outros, coisa que não dá mais pra fazer no Orkut. Feliz que nem pinto no lixo! Principalmente na vida das pessoas idiotas que não queriam se expor no Orkut!

Não entendi. Será que o Orkut tá tão cheio de brasileiro que ficou "barango"? Por que o que tem de gente de Israel nesse Facebook não é brincadeira. Isso é cool? Agora o "hype" é fazer parte do Facebook?

Um esquema prático do que não acontece com os usuários do Facebook.

Na minha opinião, o Facebook é mais uma das pérolas criadas pelo Orkut.

É isso...
.


Um comentário:

Rosemere disse...

rosequinha@hotmail.com